sexta-feira, 4 de dezembro de 2009

Confesso.

E hoje, eu só precisava de alguém que ouvisse com o coração. Porque às vezes é indescritível o que a gente sente, e um emaranhado de palavras que possa se tentar expressar parece pequeno e confuso demais diante do que se passa dentro.

3 comentários:

Daniel M Miranda disse...

pois é.

William Wagner disse...

Vai ser difícil encontrar pessoas assim, moça. Para aqueles que sentem é sempre mais complicado.

Espero que esteja tudo bem.

Outra coisa, estou escrevendo um conto diferente, e tive uma idéia louca: gostaria que vc escrevesse um poema para ele.

Falarei para o bruno desenhar a capa dele, no futuro.

beijo e ainda nos falamos.

William.

maria disse...

O que se vê ou se ouve pode ser descrito e imaginado, porém o que se sente, apesar de definido no coração, muitas vezes, é impossível de se exprimir. É tão íntimo, tão pessoal que não se consegue explicar. Assim age o amor de Deus em cada ser.