quarta-feira, 13 de agosto de 2008

um brinde.

A realidade é essa: meu corpo implora pelo ócio, pelo tempo, pela minha falsa 'liberdade' há tempos. Mas depois daquela segunda-feira minha cabeça não consegue mais optar pela 'alienação'. Não foram só lágrimas que levamos ao chão. Foi a minha sanidade. Esse cotidiano sufoca minha respiração.

3 comentários:

Pensamentos livres.... disse...

Falsa 'liberdade' . Não esqueço o almoço em que me disse o que realmente isso significa.
A alienação me mata, e a arrogância me persegue...
Também gostaria de sumir do cotidiano.
Mas no momento me contento com os poucos momentos fuga. Hoje em dia - fuga que só me soma.

bea disse...

A segunda feira do primeiro dia de aulas?
é... a rotina nos esmaga, e o caos nos destrói.

MENI disse...

rotina, contínua frustração