sexta-feira, 2 de janeiro de 2009

Alguém disse que você vai viver uma fantasia besta até o final... E o final das coisas é onde nem começou. Tudo parece denovo não ter nenhum sentido, e parece não existir mais nada palpável onde você possa se segurar. A gente devia mesmo arrancar o coração e viver sem ele. Ou senão a gente vive sangrando o tempo todo e nunca se recupera. Esse é o problema, a gente nunca se recupera. Queria viver um pouco no casulo amarelo.
Qualquer coisa que eu possa escrever agora parece descartável.
Me dá uma injeção de sangue, porque aqui não sobrou nada.

2 comentários:

bea disse...

sabe, eu acho que a gente se recupera.
mas como dizem os budistas: "se você se pergunta a diferença entre se está no sansara ou no nirvana, você ainda está no sansara"

se você acha que nunca se recupera, você não se recuperou, porque a linha fina que separa a ferida da cura é justamente o esquecimento.

Tati Plens disse...

então a cura demora milênios... porque o esquecimento nunca é completo...