segunda-feira, 21 de setembro de 2009

20 de setembro.

Dia 02 de novembro, aniversário da mulher que nasceu em dia de luto e é mais luz do que qualquer outra. Dia 09 de dezembro, aniversário da sagitariana que me acompanha todo dia. Dia 19 de julho, aniversário da menina que me traz saudades da companhia de todo dia. Dia 18 de janeiro, aniversário da pessoa que me fez seus olhos. Dia 13 de dezembro, aniversário da minha doce terceira pessoa. Dia 09 de novembro, aniversário do primo escorpiano mais peste do mundo. Dia 03 de dezembro, aniversário do primo sagitariano mais doce do mundo. Dia 12 de novembro, meu dia. Dia do menino que é minha continuação, sempre o ano a nos separar, as escolhas da vida a nos juntar. Dia do outro menino que atravessou quilômetros e me trouxe a graça da vida paulista novamente há anos que parecem tantos e são poucos. Dia 12 de dezembro. O dia da festa de aniversário junto com a irmã. O dia da praça com chuva e garganta engasgada, e as palavras que precisavam tanto de um caminho e se prenderam ao corpo e para onde foram, nunca mais foi mencionado. Dia 12, sempre dia 12, sempre ano ímpar. Dá até medo de quando chegar o ano de 2012. Dia 30 de novembro, noite de Pearl Jam. Dia 21 de abril, noite de Placebo.

Eu lembro de tantas datas. Só não me lembro desse dia. E ele me lembra dele todos os anos, apesar de se mudarem os estados, as cidades, as casas, apesar de uma nova cor na parede, de um novo piso, de uma nova ordem nos porta-retratos, de uma vida toda nova. Ele sempre caminha à passos lentos do jardim até a sala. Com uma flor entre os dedos para se dizer que tem saudade.

4 comentários:

Juliana disse...

Também nunca me lembro da data. Mas me lembro do abraço, do olhar, do jeitin de falar, dos pães de queijo e do feijão bem mineiro... as nossas estrelas nunca se apagam.

Tati Plens disse...

eu lembro do cheiro, eu sempre vou me lembrar do cheiro, e da textura do abraço, e das rosas no jardim. e de se aprender a amar à distância, uma distância instransponível, tão cedo.

.ana disse...

retribuindo tua visita.. :)
mt amável teu blog e teus escritos. não vou compreender o contexto de mts coisas por aqui, mas percebo os sentimentos.
gostei mesmo.

Flavih Jones disse...

Primeira vez aqui no teu cantinho.
Mto legal as coisas q vc escreve.
A gnte ver q é cheia de sentimentos.

Mto boom.
Beijo