domingo, 6 de janeiro de 2008

Lembra-me um pouco;
Quando chego e quando vou;
melhor é quando esqueço,
não faz tanto sentido mais, assim.

doses cavalares de vento e tempo
é o melhor pedido do cardápio.

3 comentários:

bea disse...

"melhor é quando esqueço".
isso me lembrou brilho eterno de uma mente sem lembranças.
o quanto será que é melhor esquecer?

tati plens disse...

depende o que se deseja esquecer. se consiste em esquecer algo que não faz bem pensar durante o tempo que você não deveria pensar nisso, é uma boa escolha...

bea disse...

aposentou?