segunda-feira, 3 de novembro de 2008

meia luz, meio vento...

às vezes a gente não cabe, às vezes a gente não cabe na gente...
meio um coração batendo calmo e forte.

3 comentários:

Duda disse...

"Tá fazendo frio nesse lugar
onde eu já não caibo
onde eu já não caibo em mim."

Sabe, eu acho que alguns de nós morremos de excesso de vida. E isso é tão bonito, não é?

Sidan disse...

Tem algo me inflando tambem....

Anônimo disse...

Eu não caibo em mim de tanta tristeza... Mas ontem não cabia de tanto prazer... Minha vida não é nada imensa. Não dá pro coração ficar assim, batendo calmo e forte toda hora! Moça, me ajuda...